Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.

Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.

Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com




Algumas amigas e pacientes do Dr. Paulo Branco que inspiraram ele a fazer esse Blog.

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Kit para você fazer um sexo seguro


Kit gay
Dr. Paulo Branco
Face/msn/mail:paulobranco@terra.com.br
Site:www.medicinaintegrada.med.br


- Higiene:
A lavagem deverá ser somente do reto e isso poderá ser feita com pequenos volumes de uma solução adequada encontrada em farmácias. Injetar grandes volumes de líquidos no reto, esse será aspirado para o colón e você poderá ter o dissabor de elimina-lo na hora da relação. Tenha cuidado e siga os passos abaixo para lavagem com chuveirinho com água morna ou com  líquidos que você poderá comprar em farmácias:

- Escolha a posição mas confortável para realizar a limpeza do reto; muitas vezes você terá sugestões na caixinha;
- Lubrifique o ânus e canal anal, com lubrificante a base de água;
- Massageie o esfíncter delicadamente para a sua abertura;
- Introduza com pouca pressão o biquinho do frasco e injete o liquido delicadamente dentro do reto e se for a famosa chuca coloque a mangueirinha com água morna no reto;
- Quando o liquido esta no reto a sua distensão estimulará a contração do colón e provocará a eliminação das fezes;
- Retire o biquinho ou mangueira e espere sentado ou deitado até que venha a vontade;
- O ideal será você está próximo ao banheiro porque muitas vezes a vontade de evacuar é muito rápida;
-  Após a relação faça uma limpeza da região anal e perianal com água e sabão ou mesmo sabonete liquido antibacteriano para protege-lo contra dermatites perianais ou mesmo infecção de pequenos ferimentos decorrentes da penetração.





Camisinha:. Tem sido indicada muito frequentemente pelas suas vantagens como o baixo custo, relativa facilidade de uso e ausência de complicações.   Representa o principal meio de prevenção das DST e contra a AIDS. A maioria dos homens só colocam a camisinha na hora da penetração e não gostam de colocar antes  pela diminuição  da sensibilidade peniana ( sexo oral) seguida pela diminuição do libido e prazer. Acho que na relação estável você poderá dispensar o uso, porem para aquelas que você não tem certeza da monogamia e para aquele tesão de ultima hora, como na balada ou para as relações iniciais o uso da camisinha será obrigatório. Você deverá guardar as suas camisinhas em lugares arejados, escuros e seguros. Averiguar sempre a data de validade e não usa-las se estiverem ressecadas. As causas de perfuração da camisinha são o tamanho inadequado, a falta, deficiência ou uso de lubrificante inapropriado para o sexo anal e a falta de um  relaxamento adequado do musculo esfíncter anal. A camisinha com dupla camada de látex é mas segura e deverá ser usada para evitar o contato com o sangue, esperma e secreções com risco de adquirir as DSTs. Muitas vezes os parceiros tem dificuldade para colocar a camisinha e saber será muito importante. Abra o involucro com delicadeza, coloque a camisinha com a borda enrolada para fora e sempre antes da penetração, da glande ( cabeça) até próximo a base do pênis e evite a formação de bolha de ar no seu ápice que facilitará a perfuração pelo atrito, retire logo após o orgasmo ainda com ereção para evitar o vazamento entre a camisinha e a pele do pênis. Após retira-la dê um nó e jogue no lixo e jamais reutize um preservativo.

- Dildos, brinquedos e plugs:
Muito usado pelos iniciantes no sexo passivo, deveram ser feitos de material macio, flexível e de ponta romba com uma haste na base para evitar que seja aspirado para dentro do reto e colón. Os brinquedos feitos de material rígido ou metálicos deveram ser evitados pelo risco de ferir ou mesmo de perfurar a mucosa do reto. Alguns plugs procuram reproduzir as sensações vibrando ou mesmo ejaculando líquidos semelhante ao sêmen. O uso continuo dos plugs ou brinquedos por horas ou dias como forma de prazer, não é aconselhada por muitos pelo risco da incontinência anal ( Perda involuntária ) de gases e fezes. Os brinquedos ( Consolos ) e plugs usados deveram ser de calibre progressivo, introduza do mas fino para o mas grosso, após uma boa lubrificação e relaxamento adequado do  musculo formador do esfíncter anal, assim você não correrá risco de ferimentos do ânus ou da mucosa retal. Se acontecer do brinquedo ser aspirado para o reto, mantenha a calme estimule a evacuação, faça um Rx do abdômen para localizar o objeto e retira-lo.

Dicas e orientações para o uso dos dildos:
-      Orientações: Siga as orientações que acompanham cada produto.
-      Higienização: Faca a limpeza antes e depois do uso com agua e sabão ou produto adequado.
-      Embalagens: Não reutilize.
-      Compartilhamento: Não compartilhe com ninguém pois o risco de transmissão de DST para você poderá ser real.
-      Lubrificação: Deverá ser feita com lubrificantes a base de agua na abertura anal e reto inferior.
-      Alergia: Se houver pare imediatamente e se aumentar ou persistir procure um medico.
-       Dildo ideal: Material macio, com ponta romba, de diâmetro progressivo e com uma haste na sua base para evitar complicações como resultado de uma empolgação excessiva durante a penetração.

-      Contraindicações:
Dor: Se sentir dor pare. Casos com dor eu prefiro fazer na minha clinica um exame endoscópico especifico para examinar o anus e canal anal para afastar doenças inflamatórias que possam da dor, trato e depois libero para o uso do dildo.

Lubrificação:. O canal anal não apresenta uma lubrificação própria por isso uma lubrificação adequada com lubrificantes a base de água e neutros representará parte obrigatória antes e durante a penetração anal para se evitar ferimentos da pele e mucosa retal durante a penetração. Não permita que o ativo saia colocando qualquer creme hidratante, pomadas, lubrificantes oleosos e vegetais ( Vaselina, manteiga e creme de barbear ) que podem aquecer e distender o látex, provocando o seu rompimento. A saliva como lubrificante não funciona pelo pequeno volume. Muitos pacientes me procuram com inflamações na parte interna do ânus, diagnosticadas como proctites e fissuras chamadas de radiadas na pele perianal que são consequentes a uma lubrificação inadequada associada a falta de comando do passivo no inicio da relação.


Pomadas anestésicas: Xilocaína
Não deveram ser usadas, porque após a sua absorção tiram a sensibilidade local da pele e mucosa e com isso não haverá dor que é um parâmetro importante para continuar ou não a penetração e a perda do prazer local com serio risco de ferimentos importantes que passaram desapercebidas durante a relação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário