Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.

Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.

Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com




Algumas amigas e pacientes do Dr. Paulo Branco que inspiraram ele a fazer esse Blog.

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Suplementos alimentares e esportivos


Suplementos alimentares e esportivos
 Medico: Dr. Paulo Branco
Blog da saúde dos travestis
Importante: fique ligado
Não tome suplementos nutritivos sem consultar  um medico que faça uma avaliação de como anda a sua saúde de uma forma geral de todos os sistemas orgânicos porque os nutrientes serão , deglutidos, digeridos, absorvidos, metabolizados e posterior função especifica no organismo.

Dr. Paulo Branco: É verdade em fisiologia, nutrição e medicina esportiva que as pessoas perdem 3 Kg de músculo por década na idade adulta jovem aumentando aera taxa após os 45 anos. Os idosos para alcançarem o seu condicionamento físico ideal precisam de músculos sadios e bem desenvolvidos que são fundamentais para um bom rendimento cardiorrespiratório já que a capacidade muscular juntamente com a aeróbica (caminhada, corrida) melhora a qualidade de vida em relação em relação à prevenção de doenças, pratica de esportes e atividade física. A integridade desta musculatura tão necessária ao ser humano parece ser mantida pelo seu equilíbrio hormonal, atualmente pela reposição hormonal BIOIDENTICA que se bem feita só trás benefícios o que podemos observar em nossos pacientes. O envelhecimento hormonal começa bem antes do biológico com conseqüências estéticas e funcionais importantíssimas como as observadas abaixo:
- Homens: Diminuição da libido deposito de gordura na cintura que representa atualmente um fator de risco coronariano, perda de músculo principalmente no tórax e membros superiores, diminuição da memória e uma menor absorção pela mucosa intestinal de nutrientes como as vitaminas e minerais.
-Mulheres: Mãos mais magras por perda de gordura e massa muscular. As coxas ficam mais finas e o abdômen mais protuberante devida à flacidez da musculatura abdominal anterior. A pele fica mais seca e frágil e a mucosa vaginal se resseca chegando a impossibilitar o ato sexual.



Faca a sua reflexão sobre:
Comportamento que levam ao Envelhecimento:
Cigarro: 8 anos                                                Estresse: 2 a 32 anos
Dieta errada: 4 anos                                      Sedentarismo: 3 a 8 anos
Pressão Alta: 10 a 15 anos                           Excesso de Sol: 1 ano a 8 meses
Álcool: 3 anos                                                 Deficiência de vitaminas: 5 meses a 6 anos
Colesterol: 8 meses a 3 anos                    Sexo inseguro: 5 a 8 anos


Dr. Paulo Branco: Quais motivos me levaram a estudar os suplementos?
São vários os motivos que explicam a utilização de suplementos por indivíduos, sejam eles atletas ou não. Eu percebi que em quase 100% dos casos essa utilização e feita de modo pouco consciente e sem critérios por quem orienta e por quem ingeri. Esses pacientes geralmente são jovens ou de meia idade e não realizaram nenhum exame prévio para avaliar as condições da sua saúde para posteriormente ingerir os suplementos. Desde 1994 quando o congresso Americano aprovou o Dietary Suplement Health and Education Act, houve uma explosão no crescimento da indústria dos suplementos. As pessoas com freqüência tomam suplementos porque acreditam que tomá-los e preventivo para muitas doenças, melhora o sistema imunológico, satisfaz as necessidades nutricionais e pode interferir de forma positiva no rendimento esportivo como retardar a fadiga por exemplo. De um modo geral os suplementos se tomados sob orientação medica em doses adequadas para cada situação são seguros, infelizmente o apelo do marketing nos diferentes veículos com perspectiva de doses maiores para o tratamento de diversas doenças sem nenhum fundamento cientifico que apóiem esta informação tem resultado, mas em um problema do que uma panacéia. Os suplementos poderão colaborar em muito com a sua saúde e bem esta geral, desde que sejam ingeridos nas dosagens adequadas, para as necessidades orgânicas daquele momento e sob a orientação de um profissional medico com experiência no manuseio dos suplementos.

Definição:
O suplemento e um alimento que foi selecionado, purificado e concentrado e que devera ser indicado para pacientes geralmente com deficiência alimentar revelada e com fins de melhora na performance física. Ajuda as pessoas a ter uma alimentação mais saudável o que não e fácil fazer no dia a dia corrido e estressante das grandes cidades. Existem hoje em todo o mundo centenas de tipos de suplementos esportivos disponíveis para ser comercializados. Grunewald e Balley registraram 624 destinados somente a fisiculturistas e a propaganda desses produtos apresentava cerca de 800 tipos de mecanismos diferentes, segundo as quais a performance poderia ser aumentada. A grande quantidade de produtos é certamente um fator que dificulta um melhor entendimento pelos leigos sobre os suplementos. O consumidor leigo, por exemplo, pode ficar extremamente confuso diante de diferentes tipos de produto para as mais diversas finalidades.  Uma forma de diminuir a confusão é entender que tipo de produto é considerado um suplemento alimentar. Atualmente, no Brasil, esses produtos são agrupados em diversas categorias (repositores de água e minerais, alimentos protéicos, alimentos compensadores, etc.). Esse agrupamento, porem, não define o que se entende por suplemento esportivo, ou seja, quais são as suas particularidades.

Classificação:
Não há uma classificação para os suplementos esportivos que seja adotada de modo unânime entre os diversos pesquisadores.
- Assim para que um produto seja classificado como um suplemento dietético, ele precisará apresentar as seguintes características:
- Conter em linhas gerais, nutrientes em quantidades similares aos níveis recomendados por entidades reconhecidas e similares àquelas encontradas nos alimentos.
- Fornecer um meio conveniente ou pratico para a ingestão desses nutrientes, particularmente, durante a pratica de exercícios e competições.
- Alternativamente, conter nutrientes em quantidade que seja suficiente para reverter um estado de deficiência nutricional (quando este estiver presente).
- As substancias presentes no produto devem atender as necessidades fisiológicas e nutricionais específicas, induzidas pela pratica do exercício, as quais, uma vez atendida, podem determinar uma melhora na performance.
- Utilizando esse sistema de classificação, foram considerados suplementos dietéticos os seguintes produtos:
- Os drinks que contenham carboidratos e eletrólitos
- Os suplementos com alto teor de carboidratos
- Os vitamínicos/multivitaminicos e suplementos minerais
- Suplementos a base de cálcio
- Suplementos para reposições nutricionais
- Butterfield considerando os suplementos esportivos como ergogenicos, isto é, o aumento da performance e determinada somente pelo suplemento em quatro categorias:
- Produtos representando substratos metabólicos (Carboidrato, lactato, poilactatos e lipídeos).
- Produtos que podem estar limitados no organismo, sendo, portanto, capazes de comprometer a performance. Na pratica os atletas, por exemplo, tem tomado a Creatina fosfato.
- Produtos contendo substancias capazes de aumentar a performance por meio da composição corporal ( proteína, energia )
- Substancias que podem aumentar a recuperação pós-treino

Comentário: Dr. Paulo Branco
No que se refere à atuação, os suplementos dietéticos, por si, não promoveriam melhorias. Na verdade, o resultado positivo na performance seria uma conseqüência da capacidade do suplemento conseguir atender a demanda nutricional decorrente da atividade física.Isso implica o fato de o suplemento só poder ser benéfico em certas situações em que o seu uso atende a uma necessidade de nutrientes imposta pelo exercício. Na pratica eu tenho orientado, principalmente para os esportes de explosão a ingestão de suplementos ricos em carboidratos e aminoácidos com o objetivo destes serem usados como combustível imediato durante o exercício, poupando as suas reservas de carboidratos hepático e no músculo estriado e com isso retardando a fadiga. Entenda que as suas reservas de carboidratos no sangue periférico e pequena e rapidamente usada durante a malhação, razão pela qual os atletas precisam aumentar esse açúcar de ação imediata. Existem suplementos com carboidratos e aminoácidos adequados para serem usados antes e após os exercícios, sendo essa estratégia metabólica conhecida como anti-catabolica. Existem açúcares que servem como fonte de energia para o músculo cardíaco e eu tenho indicado para pacientes com cardiopatia, hipertensos e pacientes acima do peso que estão iniciando a malhação.

Indicações:
Acho que os suplementos poderão ter três indicações:
- Primeira:
Para os pacientes que estão bem de saúde e assim pretendem se manter.
- Segundo:
Para os pacientes que apresentam déficit clinico e laboratorial de nutrientes e hormônios como resultado de uma ingestão alimentar insuficiente, como exemplo a baixa ingestão de verduras e legumes traduzidos por fadiga, diminuição da memória, estresse, depressão, ansiedade que são fatores determinantes para o aparecimento da obesidade, inflamações intestinais, compulsões e TPM.
Terceiro:
Pacientes bem organicamente, atletas que desejam manter ou melhorar o seu desempenho ou performance aeróbico  e definição muscular.

Pacientes que foram atendidos na clinica:
Referiram:
 Tomar suplementos: 65%
Combinar suplementos: 35%
- Homens:
Entre 18 e 30 anos tomam suplementos na maioria das vezes para ganhar músculos e, portanto trabalham com resultados.
Mulheres:
As mulheres que vão a academia com o objetivo estético, são aquelas que tomam suplementos somente para atingirem um músculo definido ou com densidade e são contrarias a hipertrofia e aquelas voltadas para o emagrecimento e a nutrição cosmética que e um seguimento que surge no pais.

De um modo geral:
Praticantes de esportes de explosão, anaeróbio ou de forca
Combater a fadiga
Deficiência alimentar
Obesidade

Veja as perguntas e respostas a seguir e tire as suas duvidas:
Quando os suplementos devem ser utilizados?
Seguem algumas condições em que o uso de suplementos pode auxiliar no atendimento das necessidades nutricionais dos indivíduos durante situações de treinamento e/ou competição. Os suplementos podem ajudar quando:
1-Há dificuldades na ingestão de grandes quantidades de alimentos, necessários para atender as necessidades energéticas do individuo que está competindo ou treinando intensamente.
2-Quando a redução de peso corporal pode ser útil para a performance, e opta-se pelo uso de métodos mais seguros que os diuréticos. Certos suplementos permitem a perda de 0,5 a 1 quilograma de peso corporal sem os riscos das manobras de desidratação e sem comprometer o fornecimento de energia.
3-Quando há necessidade de uma supercompensação energética pelo aporte de carboidratos e proteínas para retardar a fadiga
4-Prescrição de antioxidante para neutralizar a ação dos Radicais Livres originados do exercício físico sobre as fibras musculares evitando ou retardando a fadiga




Os suplementos funcionam?

Infelizmente, essa é outra questão cuja resposta não é assim tão fácil de ser obtida, e tais dificuldades são atribuídas a três fatores por alguns autores:

1-Grande quantidade de novos produtos que surgem todos os meses
2-Falta de controle sobre os responsáveis pelas propagandas sobre suplementos esportivos
3-Desconhecimento científico do publico em geral associado à omissão de pesquisadores sobre o assunto


Recomenda-se que antes de adquirir um suplemento esportivo, você deverá considerar:
1-Já ouviu falar sobre o produto antes
2-Os produtos pertencem a marcas conhecidas que tem um melhor controle sobre a qualidade dos seus produtos
3-As informações do produto são confiáveis e satisfazem o fim proposto
4-A  quantidade dos nutrientes presentes no produto estão muito acima das recomendações diárias. Deve-se escolher produtos que satisfação as necessidades de cada caso


Comentário: Dr. Paulo Branco
O fator determinante na questão da eficácia dos suplementos esportivos é a pesquisa científica de alto nível. Nesse tipo de pesquisa diferentes fatores devem ser controlados a fim de garantir a idoneidade dos resultados obtidos. Acredito que as necessidades do organismo  pelo suplemento deverá ser dirigida para cada caso, considerando o tipo de exercício físico, performance do atleta, perda de peso, fadiga, densidade muscular e orientada por medico que entenda e tenha um raciocínio da ação bioquímica dos suplementos, o que tem um resultado direto nos resultados almejados.
Os suplementos são seguros:
 A segurança quanto à utilização de suplementos é um fator importante que deve influenciar a decisão do individuo em optar por essa pratica. Alguns cientistas acreditam que seja seguro e outros mais cautelosos na indicação.


Um suplemento é considerado inseguro quando:
1-Qualquer um de seus componentes apresenta um risco significativo ou razoável de provocar doença ou lesão sob suas condições padrão de uso.
2-O produto contem algum novo ingrediente para o qual não há informação suficiente garantindo que ele seja seguro.

Exames:
A grande maioria dos pacientes que tomam suplementos não tem uma orientação adequada ou correta quanto à indicação para o seu caso e não fazem exames para ter uma radiografia das diferentes funções de órgãos responsáveis pelo metabolismo, absorção e excreção dos nutrientes e que muitas vezes relatam que a ingestão destes não obteve a resposta desejada. Eu normalmente peço exames que avaliam o paciente como um todo, como a função cardiovascular e os exames dirigidos para as vias metabólicas favoráveis e de risco.


Comentário: Dr. Paulo Branco
Na atualidade a informação mais importante para a prevenção das doenças que tem maior mortalidade na população brasileira, doenças cardiovasculares e câncer é a genética, isto é se você tem na sua família diagnostico dessas patologias.
Erros da suplementação: Tome cuidado e não os cometa mais
1- Jovens:
O grande erro e que pacientes jovens desacreditam na possibilidade de ter alguma patologia que o impessam de tomar os suplementos tão desejados.
2-Academia e lojas de suplemento:
Embora tenham uma noção sobre os suplementos não são médicos e muitas vezes são inconseqüentes na utilização destes. Muitos me enviam pacientes para solicitar os exames necessários e após a liberação suplementarem.
3-Anabolizantes:
Tome cuidado e não confunda suplementos que poderão aumentar a densidade e a forca muscular juntamente com o exercício físico com esteróides anabolizantes que expõe você a riscos seríssimos de doenças graves.



Comentário: Dr. Paulo Branco
A promessa e culto ao corpo perfeito têm levado as pessoas a cometerem excessos na ingestão de nutrientes indiscriminadamente em quantidade e fins que são totalmente adversos a sua saúde.  A  associação de parâmetros clínicos seguros a exames de sangue e radiológicos específicos com fins  preventivos deveram ser adotados antes e no decorrer do tratamento.

Funções dos suplementos:
Os suplementos não substituem a alimentação, mas contribuem para você ganhar energia, aumentar a resistência física para os exercícios físicos e imunológica contra infecções, alem de construir músculos e poder acelerar a queima de gordura.




1-Antioxidante:
Esta e uma função importante, principalmente para os atletas, pois toda situação de hiperventilacao produz no organismo os famigerados Radicais Livres que oxidam as fibras musculares gerando a fadiga. Existem suplementos que bloqueiam estes Radicais retardando a fadiga.
- Sistema de proteção celular ou antioxidante:
Antioxidantes: Vitaminas, minerais, hormônios e aminoácidos
Este sistema de proteção chamado antioxidante é formado por enzimas intracelulares como a glutationa, peroxidase e superoxidesmutase que são ativadas por minerais como o Zinco, ferro, cálcio e magnésio.
O exercício físico por aumentar a respiração produz uma forma de oxigênio reativo chamado de Radical Livre que atuará oxidando as fibras musculares podendo com isso gerar a fadiga. Os antioxidantes são substâncias que neutralizam essas moléculas de oxigênio, evitando a oxidação da musculatura com conseqüente aumento da performance. Uma alimentação com verduras e legumes tem uma quantidade suficiente destes protetores celulares, ocorre que a ventilação pulmonar gerada pelo esforço excessivo durante o exercício determina um fenômeno chamado de explosão respiratória em que há uma grande produção dos Radicais Livres que deveram ser suplementados com antioxidantes fortes e específicos pelo atleta. Mais recentemente na nutrição esportiva esta sendo administrado um aminoácido que consegue atingir grandes concentrações dentro da massa muscular e que tem um grande poder de neutralizar os Radicais Livres produzidos pelo exercício físico e com isso aumenta a performance dos atletas.



2-Aumento do aporte de nutrientes as células
3-Aumento do tônus e forca muscular
4-Aumento na performance e rendimento esportivo
5-Controle das compulsões
6-Auxiliar no tratamento da obesidade
7-Melhora da resistência da flora bacteriana intestinal com seus benefícios já conhecidos
8-Melhora da absorção intestinal

Suplementos: Efeito ergogenicos:
O treinamento nem sempre parece ser rápido e suficiente em relação aos desejos de alguns indivíduos. Uma forma clássica de buscar ganhos de desempenho é o uso de substancias como os esteróides anabolizantes e outras. Entretanto, o uso dessas substancias parece esta diminuindo dramaticamente no esporte de elite, principalmente em função do crescimento do numero de suplementos com propósito ergogenicos e de estratégias nutricionais associadas para o crescimento muscular.
Mais estudados:
Dos ergogenicos, a creatina, glutamina e o BCAA são os que apresentam possibilidades mais promissoras. Eles vêm sendo extensivamente utilizados pelos praticantes de exercício. Dentre esses efeitos estariam o aumento do desempenho, a promoção da síntese protéica, o aumento da massa muscular e resistência a infecções como conseqüência do exercício físico intenso.

Proteína e aminoácidos:
- Albumina:
Proteína da clara do ovo com alto poder biológico.
Atuação:
Favorece a síntese protéica e contem todos os aminoácidos essenciais e parece estar envolvida com uma maior recuperação do esforço, seguido de aumento da massa muscular, quando consumida com carboidratos simples após o treino.

Indicação:
Hipertrofia e aumento da massa muscular em treinos de força.

- Aminoácidos:
Creatina:
A palavra é de origem grega e tem como significado carne.
- Fontes: Carne vermelha, aves e peixes são fontes ricas de creatina, contendo aproximadamente 4 a 5g por quilo de alimento.
- Local de maior armazenamento: Aproximadamente 95% da creatina total do corpo encontram-se no músculo esquelético.
- Formação: O corpo sintetiza apenas 01g por dia deste composto orgânico que contem nitrogênio, principalmente nos rins, pâncreas e fígado, retirando-o de três aminoácidos:
Glicina, arginina metionina.

- Função: A cretina tem como função retardar a fadiga muscular em esportes de alta intensidade como a musculação. Assim os músculos suportam por mais tempo o esforço a que são submetidos nos aparelhos. Uma analise de 16 estudos controlados, a suplementação com creatina aumentou a capacidade do levantamento de peso em homens jovens, isto e a forca, potencia, resistência e diminuiu a fadiga nos esforços curtos e intensos, no entanto esses efeitos não foram observados em mulheres e idosos
- Efeitos:
 Aumento da massa magra
Aumenta a força
Acelera a recuperação entre esforços repetidos de alta intensidade
- Associação benéfica:
A suplementação conjunta de cretina com carboidratos promove o aumento na quantidade de creatina intramuscular quando comparada a suplementação isolada.

- Tipo de esporte e creatina: Onde ela funciona.
Diversos estudos demonstraram que a efetividade da creatina depende do tipo de exercício realizado: Confira abaixo
 Esportes que a cretina beneficiou: Futebol, futevôlei, basquete, tênis e hóquei
 Esporte que não beneficiou: Corredores e ciclistas

- Efeitos Colaterais:
Alguns autores relatam aumento da pressão arterial, Freqüência Cardíaca e sobrecarga renal com aparecimento de edema dos membros inferiores e elevação do peso.


Comentário: Dr. Paulo Branco
Apesar de a creatina ser um constituinte natural dos alimentos, precisa ser consumida através de suplementos nutricionais quando a intenção é promover a sobrecarga muscular. Tal fato se deve a impossibilidade de obter as quantidades necessárias por meio do consumo de alimentos. O medico devera ter o cuidado em avaliar as funções dos sistemas orgânicos, através de exames específicos, que poderão ser sobrecarregados pelo uso da creatina e respeitar as dosagens que justificam o objetivo de obter o aumento da performance em um determinado esporte. Como o transporte da creatina para dentro do músculo esquelético é ativo, isto é com gasto de energia, o uso do carboidrato representa esta energia.


Glutamina:
- Local de produção:
É produzida intensamente pelo músculo.
- Concentração:
Plasma/sangue: 20%
Músculo Esquelético: 40/60%

- Ação:
Diversos estudos sobre o papel desse aminoácido na síntese de proteínas, volume celular e síntese das reservas de açúcar sugerem que ele possa promover o crescimento muscular e diminuir a baixa de resistência a infecções induzida pelo exercício físico. O interessante é que estes estudos foram realizados tanto em humanos quanto em modelos experimentais.
Anticatabolica:
 A glutamina desempenha uma função anticatabolica no organismo, isto é durante o exercício físico a glutamina é consumida poupando as reservas de glicose dentro do músculo, com isso retarda a fadiga.

 Renovação celular:
As células ou epitélio de renovação rápida, como as intestinais usam a glutamina como combustível ou energia para o processo de renovação celular.

BCAA:
Composição: São aminoácidos essenciais: Leucina, isoleucina e valina
- Ação:
Anti-catabolica
Retarda a fadiga
Melhora a performance
Poupa os estoques de glicose
Aumenta as reservas de glutamina após exercícios intensos
São usados geralmente antes e após o treino
Carboidratos:
Reservas de glicose:
- Músculos: Essa reserva é usada somente pelos músculos e ai você entende o porque o uso dos aminoácidos como a glutamina  e açúcares complexos poupam as reservas de glicose para uma melhor performance da massa muscular conhecida como táctica anticatabolica.
- Fígado: É uma grande reserva. O açúcar do fígado é lançado no sangue periférico para ser utilizado como fonte de energia pelo organismo, quando você dorme por exemplo a função e trabalho do organismo está garantida pelo açúcar hepático.
- Sangue periférico: Esta reserva é pequena e se esgota com 20 minutos de exercício físico

Táticas para o uso da glicose:
Os nutrientes mais importantes na determinação da performance de atividades prolongadas são os carboidratos. Assim existem diversas manobras e tipos  de suplementos a ser consumidos antes, durante e após o exercício, com o objetivo de atrasar a fadiga. Veja abaixo:

- Antes do treino:
Açúcar Complexo: Tome açucares complexos que permanecem mais tempo para serem absorvidos pelo organismo e liberam a insulina pelo pâncreas mais lentamente o que tem grande importância, porque se a insulina esta alta o açúcar rapidamente é colocado pela insulina para dentro das células e faltara combustível para a malhação e virá rapidamente a fadiga.
- Após o treino:
Açúcar simples: São rapidamente absorvidos pelo organismo e aceleram o abastecimento ou reposição da glicose consumida pelos exercícios aeróbicos e anaeróbicos ( peso ) e aumenta a entrada dos aminoácidos adequados que deveram ser administrados no pós-treino . Nunca tome o açúcar simples antes do treino porque os níveis altos de insulina determinaram a fadiga.
- Antes, durante e após o exercício: Gel compensadores de açúcar
Atletas de alta desempenho poderam ingerir os açucares simples, chamados de compensadores na forma de gel, porque estes atletas necessitam de combustível imediato de fácil absorção para manter os estoques de glicose e fornecer energia imediata. Estes repositores  apresentam na sua constituição alem do açúcar simples,  açucares complexos, sódio e potássio.

- Carboidrato para o músculo cardíaco:
E um carboidrato usado por pacientes que tiveram isquemia do músculo cardíaco. Melhora o desempenho do músculo cardíaco por aumentar as suas reservas de açucar. Há uma diminuição do esforço deste músculo e o coração trabalha com uma freqüência mais baixa durante o esforço.

- Funções dos carboidratos nos atletas:
- Recuperação da glicose muscular depletada no fígado e músculos estriados
- Aumento da síntese de proteínas e formação e densidade de músculos


Comentário: Dr. Paulo Branco
A literatura afirma que o conteúdo de glicose na forma de glicogênio muscular é um componente importante no fornecimento de energia durante a realização do exercício intermitente. Isso se torna evidente à medida que se realizam as repetições do exercício, em que o conteúdo de glicose muscular vai sendo gradualmente diminuído e o individuo passa a apresentar sinais de fadiga. O consume de carboidratos durante e após o exercício físico causa alterações hormonais que são benéficas para a reposição da glicose muscular e promoção de outros processos anabólicos ou de reconstrução dos músculos lesados durante a pratica da atividade física.












Nenhum comentário:

Postar um comentário