Neste Blog, o Dr. Paulo Branco irá publicar matérias sobre as suas especialidades, além de responder duvidas e interagir com seus leitores e pacientes.

Fique sempre atualizado para saber das melhores e mais inovadoras técnicas para desenvolver seu bem estar e qualidade de vida.

Envie suas dúvidas e perguntas para: paulobrancoprocto@gmail.com




Algumas amigas e pacientes do Dr. Paulo Branco que inspiraram ele a fazer esse Blog.

Youtube - Dr. Paulo Branco

Youtube - Série especial de vídeos

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Obesidade: Balao intragastrico duvidas


Balão Gastrico: Duvidas respondidas
Medico: Dr Paulo Branco
Site: www.medicinaintegrada.med.br
Contatos:
Unidade lapa: 011 - 986663281  / 34312027 C/ Monica
Unidade Vila Olímpia: 011 - 38467973 C/ Fatima

Perguntas e respostas: Dr Paulo Branco
- Se houver algum problema técnico com o balão, quem se responsabiliza?
Após a confirmação pelo paciente da passagem do balão na consulta ele terá contato com a secretaria da empresa que comercializa a prótese a qual dará todas as orientações para o paciente. A empresa fornece dois balões, caso aconteça algum problema com o primeiro o paciente terá direito a usar a segunda prótese. Eu solicitei a empresa este contato direto entre o paciente e o funcionário que na minha opinião faz parte da minha equipe.

Queria entender como atua o balão em relação a saciedade?
Resposta: A saciedade é um complexo sistema no qual estão envolvidos vários hormônios ( Insulina, glucagon, colecistoquinina, leptina e a grelina ) que atuando juntamente com outros nutrientes determinam a saciedade. O estomago atua como um reservatório e um dos  seus segmentos chamado fundo produz um hormônio, a grelina que esta elevada quando os pacientes estão com fome e baixa apos as refeições o que comprova a sua relação com a saciedade e ingestão de alimentos. O balão será posicionado pelo endoscopista bloqueando a parte do estomago produtora deste hormônio estimulando a saciedade e diminuindo a ingestão calórica.
Comentário importante: Na consulta eu já ensino os pacientes a realizarem uma manobra para posicionar o balão no fundo do estomago o que colabora para a saciedade e diminuição dos sintomas pós passagem da prótese.

- Queria saber mas detalhes técnicos sobre o balão?
O balão é constituído de silicone e foi projetado em laboratório  para receber um determinado volume e resistir a uma pressão ajustados de forma individual dentro do estomago com o objetivo de ocupar espaço e diminuir a produção do hormônio responsável pela fome, a grelina, com o objetivo de determinar a perda de peso. O balão é colocado por endoscopia e no seu interior injetamos azul de metileno que se presente na urina indicará perfuração da prótese. Foi feito para ficar durante 6 meses no estomago e não mas que isso.

- Doutor em que situações o balão não poderá ser passado?
Resposta: Não poderá ser passado em pacientes que realizaram cirurgias com retirada de parte do estomago, dependentes químicos de álcool e drogas, uso crônico de anticoagulantes, doença inflamatória intestinal, hérnia do hiato maior que 5cm em obesos mórbidos, cirrose hepática, insuficiência renal crônica, gravidez e AIDS.
Os pacientes com esofagite de grau III, esôfago de barret, ulcera gástrica ou duodenal em fase ativa deveram ser tratados previamente a passagem do balão.

- Bom dia, me chamo Carlos, tenho um IMC de 37,5 e 115Kg  e 1,75 de altura e gostaria de saber quantos quilos em media devo perder se realizar o procedimento?
Resposta: A perda media de peso fica entre 14 a 19kG. A  porcentagem de perda do excesso de peso ficou entre 23% a 50% e o IMC nos pacientes que perderam peso caiu de de 5 a 7 pontos. A perda de peso proposta com o balão é temporária mas poderá ser definitiva o que  dependerá somente da sua capacidade de assimilar as mudanças no comportamento e estilo de vida, isto é na reeducação alimentar e pratica regular de atividade física. Procure ir mentalizando que uma vez retirado o balão você será o responsável pela manutenção do novo peso adquirido.

Meu nome é Juliana, moro em Porto Alegre  e vi no site medicinaiintegrada.med.br que vocês trabalham  com a passagem do balão gástrico para perder peso. Gostaria de saber os custos, experiência da equipe e local para passem?
Resposta: Entendemos que o balão deverá ser passado em ambiente hospitalar que possui todos os recursos necessários para a total segurança do procedimento. A equipe tem um tempo de experiência de sete anos com a passagem do balão. O custo do procedimento somente na consulta mas uma parte poderá ser parcelado ou dividido.

- Após perder peso e retirar o balão qual a melhor orientação para manter esse peso ?
Resposta: Dieta e exercício físico ainda são a base para o tratamento da obesidade. O tempo que você ficará com o balão será para mudar hábitos e comportamentos favoráveis a obesidade. Fazer uma reeducação alimentar balanceada e fracionada que associada a pratica regular de atividades físicas garantem a manutenção do peso por longo tempo. Você poderá perder peso de forma acentuada no terceiro ou quarto mês com o balão e muitos pacientes mantiveram esse peso até o sexto mês.

- O meu IMC é 28  e pretendo colocar o balão, posso com este IMC realizar esta forma de tratamento?
Resposta: Até a pouco tempo não se passava o balão em pacientes com o índice abaixo de 30. Recentemente estudos de metanalises feitos por uma empresa americana, que tem o seu balão em pacientes com IMC abaixo de 27, demonstrou que estes pacientes foram beneficiados com o balão intragastrico.




- Tenho um filho adolescente e obeso que sonha em praticar esportes como jogar bola. O balão poderá ser uma forma de tratamento?
Resposta: Alguns autores descreveram maus resultados com a passagem do balão em adolescentes. Porem outros autores referiram bons resultados relacionados a perda de peso. Um estudo com 11 adolescentes demonstrou resultados satisfatórios, 2 perderam 100% do excesso de peso ( 32 a 43Kg ), 5 perderam entre 50% e 60% do excesso de peso, 2 perderam apenas 20% e somente dois não perderam qualquer peso.

- Quais as chances de ganhar peso apos a passagem do balão?
Resposta: A recidiva da obesidade comprovada pela elevação do IMC em um estudo de acompanhamento de 18 meses foi de 45%. É um resultado muito bom quando comparado aos resultados obtidos somente com a dieta.

- Realizei a ultrassonografia do abdômen que diagnosticou esteatose hepática, devo tratar primeiro para depois passar o balão?
Resposta: Dependerá do grau da esteatose hepática e           
do comprometimento da função do fígado. A grande maioria dos pacientes tinham a esteatose sem comprometimento da função hepática que melhorou com a perda de peso.

- Sou viciada em doces, chocólatra assumida já tendo tomado medicamentos específicos, atualmente o meu IMC  terei sucesso com o balão?
Resposta: Os carboidratos de fácil absorção, já são absorvidos na boca pelas papilas sublinguais e nem chegam no seu estomago, então o que adiantará ter o balão no estomago. O que lhe da a dependência é a baixa no cérebro de um neurotransmissor chamado de serotonina e a elevação desta melhora a compulsão pelos doces e chocolates. O que eu tenho feito é associado medicamentos que elevem a serotonina juntamente com o balão. O exercício físico também eleva a serotonina.

Comentário: Os pacientes dependentes dos doces e chocólatras geralmente são extremamente ansiosos por diminuição da serotonina e para estes casos se o balão for colocado a elevação da serotonina ajudará. O paciente deverá entender que não poderá ingerir doces e líquidos açucarados como os refrigerantes e leite moça porque além de deslocar o balão do fundo do estomago, passará pelo lado da prótese para o intestino com elevada ingestão calórica e boicote a orientação da nutricionista. Existe um hormônio chamado de leptina que ao contrario da grelina da saciedade e diminui a vontade por doces. Estudos demonstraram que comer a cada 3hs aumenta a produção da leptina.

- Dr estou com obesidade grau 1 e não posso tomar anorexígenos, o balão poderá me ajudar?
Resposta: O balão poderá ajuda-lo e muito, associe ao balão uma atividade física aeróbica e a principio uma dieta proteica e terá bom resultado.

- Coloquei o balão há 7 meses atrás e o resultado foi que perdi bastante peso, posso ficar com o balão por mas um  mês?
Resposta: O balão foi testado em laboratório e a sua durabilidade no estomago são de 6 meses. O problema será que após este tempo o balão se tornará uma bola endurecida e quase impossível de ser retirada pela endoscopia.

Comentário: Diante do bom resultado obtido com o balão, observei que os pacientes que não queriam retirar o balão eram na sua maioria os que haviam tentado a perda de peso com medicamentos e não gostavam de praticar exercício físico regularmente e sedentários. Pude observar na minha experiência clinica que melhores resultados serão obtidos em pacientes que referem gostar de praticar exercício físico e mostram-se motivados a uma reeducação alimentar.

- Doutor estou acima do peso, obesidade grau II e adquiri uma inflamação na articulação do joelho e não consigo fazer exercício físico nem na agua, estou obtendo informações sobre o balão, melhora?
Resposta: Geralmente os pacientes com problemas nas articulações melhoram com a perda de peso
decorrente do balão. Se você gostar do   exercício físico praticado na água para    melhorar o tônus dos músculos protetores das articulações afetadas melhor ainda.

- Tenho uma hérnia na virilha e peso 140kg. O meu cirurgião pediu para perder peso o que torna a cirurgia mas viável de ser feita. Pensei no balão por ser menos agressivo?
Resposta: Já operei pacientes que emagreceram com o balão. O procedimento se torna tecnicamente mas fácil de fazer, principalmente a hérnia da virilha que é uma cirurgia extremamente anatômica na qual o cirurgião precisará identificar bem as estruturas anatômicas para realização da técnica. Alguns pacientes eu precisei colocar uma tela para fechar o orifício da hérnia o que foi bastante facilitado pela perda de peso com o balão.

- Passei o balão já fazem 4 meses e no momento apresento um mal hálito muito grande, o que poderá está causando?
Resposta: O mal hálito acontece porque o omeprazol,  diminui a acidez do estomago que é o protetor contra o crescimento de microrganismos responsáveis pela halitose.
Suspenda o medicamento por 7 dias e depois volte a tomar.

- Apos a passagem do balão quando poderei retornar as atividades físicas e que esportes não poderei praticar?
Resposta: As atividades físicas deveram iniciar após a primeira avaliação com 15 dias de evolução. Você não poderá praticar os esportes que traumatizem o abdômen ou que tenham contato corporal.

- Estou com IMC > 35 e tenho fome e costumo ingerir grandes quantidades de comida, para casos como o meu o balão costuma trazer benefícios?
Resposta: A melhor indicação do balão é para o seu caso. O balão determina uma diminuição da metade da capacidade do estomago como reservatório assim você diminuirá o volume de alimentos ingeridos e perderá peso rapidamente.

- Após a gravidez engordei muito, deixei de malhar e no momento estou com um peso que nunca tive na minha vida, estou amadurecendo a ideia do balão?
Resposta: Faça alguns exames para afastar causas metabólicas e hormonais que poderão ser responsáveis pela manutenção do peso adquirido na gravidez. Se os exames forem normais você poderá colocar o balão.

- Tenho ovários policístico, posso colocar o balão?
Resposta: Pacientes com a síndrome do ovário policístico poderão apresentar a resistência a insulina e como consequência a elevação da pressão arterial, diabetes e aumento do peso que não se estabeleceu se é uma causa ou sintoma da doença. E uma doença endócrina e se você estiver no equilíbrio dos hormônios poderá fazer uma dieta adequada juntamente com a prótese.

- Tenho hérnia umbilical que já encarcerou por duas vezes. No momento peso 130Kg e cheguei a pensar no balão para tornar a cirurgia mas viável de ser feita?
Resposta: Já tive pacientes como o seu caso e a minha conduta foi primeiro realizar o tratamento cirúrgico da hérnia umbilical e depois colocar o balão. A hérnia umbilical encarcerada poderá representar um risco para um paciente com o seu peso que é melhor operar de forma eletiva do que em uma urgência.

- Quem tem gastrite pela bactéria H.Pylori poderá passar o balão?
Resposta: Os pacientes que tem um diagnostico de gastrite por bactéria poderão ser tratados adequadamente com antibióticos e bloqueadores de secreção acida e posteriormente colocar o balão.

- A passagem do balão pode ser considerado um procedimento cirúrgico?
Resposta: Embora achamos que o balão deverá ser passado em ambiente cirúrgico é um procedimento endoscópico que demora cerca de 30’ com alta a seguir.

- Como o senhor orienta os seus pacientes na primeira semana de passagem do balão?
Resposta: A primeira semana é a mais difícil pela intensidade dos sintomas e os pacientes ficam com o meu celular e combinamos para falarmos sobre a sua evolução. Eu observei que os pacientes que foram bem orientados antes da passagem do balão reagiram melhor. O apoio do medico, nutricionista e familiares também são fundamentais. A equipe endoscópica deverá ter um suporte caso haja nesta primeira semana uma rejeição ao balão e seja necessário retira-lo o que ocorreu em um percentual mínimo de pacientes na minha experiência. Alguns pacientes poderão ter náuseas e vômitos fortes e desidratarem, para estes casos uma hidratação venosa poderá ser necessária. Geralmente a maioria dos pacientes apresentam uma melhora clinica.




- Estou com o IMC de 35 e não gosto de malhar e adoro uma churrascaria, o meu medico falou do balão ser uma boa forma de tratamento, você concorda?
Resposta: Os homens geralmente ganham peso porque gostam de comer muito, ir a uma churrascaria e as mulher por comerem errado com tendência ao doce.
Portanto o balão tem melhores resultados em casos como o seu por diminuir o volume dos alimentos ingeridos por diminuir o estomago como reservatório.

- A sua equipe já teve alguma complicação grave com o procedimento?
Resposta: Não tivemos nenhuma complicação grave com o balão, porem elas existem.  Há o relato de um paciente ter apresentado obstrução intestinal que ocorreu após o prazo de validade do uso do balão pelo fabricante.



- Quais as complicações mais frequentes e como reconhecer?
Resposta: Durante o tratamento os pacientes poderão apresentar varias complicações como sintomas de refluxo gastresofágico com esofagite, eructação fétida, gases, náuseas persistentes, ulcera gástrica e desinsuflação do balão.

- Um amigo passou o balão e o medico orientou manobras que poderiam ser feitas por ele para melhorar as náuseas e vômitos, é possível?
Resposta: Como o balão deverá ficar no fundo do estomago o paciente poderá deitar com o lado esquerdo do corpo encostado em uma superfície e com o punho da mão direita com uma compressão de media intensidade deslocar a prótese para o fundo do estomago

- Se o paciente não suportar os sintomas imediatos e quiser retirar o balão?
Resposta: O percentual de pacientes que rejeitam e tem de retirar o balão é de 4%. A equipe dispõe de uma equipe para retirada do balão.

- Coloquei o balão pela segunda vez e voltei a ganhar peso, mas confesso que confiei só na prótese, posso passar outra vez?
Resposta: Você poderá passar o balão respeitando o intervalo de 30 dias, porem as chances de sucesso serão muito pequenas e nós nunca passamos o terceiro balão, pois achamos que não ocorreu o aprendizado pelo paciente da reeducação alimentar e exercício físico para a manutenção do novo peso alcançado.



- Tenho Hérnia do Hiato de 3cm com esofagite de refluxo tratada com medicamentos que tomo diariamente. A sua equipe tem indica o balão nessa situação?
Resposta: A sua hérnia deverá ser tratada antes da passagem do balão.

- Tenho IMC > 50 e o meu medico pediu para perder peso com o balão para diminuir o risco cirúrgico, o senhor tem experiência e realmente diminui o risco da cirurgia bariátrica?
Resposta: Quanto maior o IMC menor será a redução do peso. Nos casos como o seu que passamos o balão houve uma melhora dos sintomas da chamada síndrome metabólica. Observamos uma queda da pressão arterial, glicose no sangue e diminuição do ronco com melhora do risco anestésico.
- Há casos em que se associa medicamentos em pacientes que passaram o balão?
Resposta: Normalmente os pacientes já tomam medicamentos durante anos e não obtiveram os resultados que esperavam. Temos associado ansiolíticos ou medicamentos que diminuem a dependência por exemplo por doces em alguns casos.




- Coloquei o balão porem os sintomas permaneceram intensos por quase dois meses, não suportei  e optei por retira-lo e já tinha perdido 14kg, queria passar novamente, será possível?
Resposta: Geralmente no tempo por você referido os pacientes já estão adaptados ao balão e perderam o peso referido. É possível você passar novamente decorrido no mínimo de 30 dias após a retirada do anterior. O que ocorreu na nossa experiência foi que os pacientes se adaptaram a prótese, perderam peso, retiraram e depois passaram na intenção de manter o novo peso somente com o balão o que nós não orientamos.

- Tenho uma ulcera cicatrizada no estomago em uma endoscopia realizada ha’ 3 anos atrás. Atualmente não faço uso de medicamento para a ulcera e tenho IMC  de 35 posso usar o método para emagrecer?
Resposta: Possivelmente a sua úlcera está cicatrizada o que poderá ser confirmada por uma nova endoscopia com pesquisa da bactéria Helicobacter Pylori que deverá ser feita antes da passagem do balão. Se a endoscopia mostrar a ulcera, essa deverá ser tratada anteriormente a passagem da prótese.



- Gostaria de saber quanto custa a cirurgia do balão intragástrico e se divide, tenho 97Kg e 1,54 de altura, tem 8 anos que tenho lutado com a balança, já não quero mais remédios e dietas. Atenciosamente,
Resposta: O Balão é passado por endoscopia e portanto não é cirúrgico. Calculei o seu IMC e deu 40 o que indica essa modalidade de tratamento. O preço somente na consulta.

- Bom dia, tenho IMC de 33,7. Sou medica aqui em Cuiabá e gostaria de colocar o balão ai em SP, pesquisando achei  esta clinica, gostaria de saber se teria como agilizar e já levar os exames necessários para consulta e o posterior procedimento, além dos valores, Grata, aguardo contato.
Resposta: Você poderá vir e trazer os exames que marcaremos a passagem do balão, antes gostaria de atende-la para saber dos seus hábitos alimentares, pratica do exercício físico e expectativa sobre esta forma de tratamento.

- Doutor estou acima do peso e pretendo fazer uma lipoaspiração. O meu cirurgião plástico sugeriu a passagem do balão para perder o excesso de peso. O senhor tem experiência neste tipo de indicação?
Resposta: Muitos pacientes realizaram a lipoescultura após a retirada do balão. Você não citou o IMC, porem os casos que tivemos como o seu, tinham obesidade grau I ou II e nos foram também enviados por cirurgiões plásticos.

- Fui diagnosticado com Esteatose já com inflamação do fígado. Já tentei todas as maneiras de perder peso e não consigo, estou com esperança no balão?
Resposta: O seu caso é diagnosticado como esteatohepatite, o que significa que o deposito de gordura que no inicio ocorre na superfície do fígado, cresceu, infiltrou e inflamou as células do fígado, os hepatócitos dando a hepatite. Em alguns pacientes já poderá haver fibrose do fígado. Como a maioria dos pacientes são obesos recomenda-se mudança no estilo de vida, reeducação alimentar e aumento da atividade física. Essa inflamação não contraindica a passagem do balão. Já passamos o balão em alguns pacientes com a esteatose. O que não está ainda comprovado é se a perda de peso regride a inflamação e a fibrose do fígado.

Comentário importante:
Nos pacientes com esteatose a perda de peso não deverá ser maior do que um quilo por semana, pois o rápido emagrecimento poderá acentuar a esteatose e fibrose. O recomendável será perder 10% do peso em 6 meses o que poderá ser alcançado com o balão.


- Moro em uma pequena cidade há 400 Km de SP, onde o procedimento não é realizado, como será o acompanhamento?
Resposta: A evolução clinica que indicou a retirada do balão ocorreu dentro de 2 a 7 dias até realmente indicar a retirada do balão. A distancia referida da para vir para São Paulo para retirar o balão. Como eu fico em contato direto através do celular, posso acompanhar a evolução dos sintomas até indicar a retirada do balão que também será realizada em hospital.

- Realizei ultrassonografia e estou com cálculos na vesícula biliar, posso realizar a cirurgia para a retirada da vesícula junto com a passagem do balão? 
Resposta: Casos como o seu  dou preferência primeiro a passagem do balão para a perda de peso  que tornará a cirurgia para retirada da vesícula mas fácil do ponto de vista técnico com diminuição também do risco cirúrgico.

- Quais os exames de controle que deverei fazer após a passagem do balão?
Resposta: Os exames são para controle das dosagens das gorduras, proteínas, hemograma, Eletrólitos como o Sódio e potássio e para alguns casos será pedido uma ultrassonografia para estudar o posicionamento do balão. Se a dor for forte e persistente uma endoscopia poderá ser feita.

- Após a passagem do balão qual a alteração ou sintoma que eu terei de procurar atendimento medico?
Resposta: A desidratação e a perda de potássio provocada pelos vômitos e baixa ingestão de líquidos representou a principal indicação que me fez orientar os pacientes a  fazerem uma reposição com soro em hospital. O resultado foi bom em todos os pacientes.



- A orientação nutricional é semelhante as dietas de baixa caloria ou mesmo a cirurgia de redução do estômago?
Resposta: Como o balão a semelhança da cirurgia é um método de tratamento da obesidade que restringe a capacidade do estomago em relação ao volume de alimentos a sequencia inicial de restrição calórica e volume será semelhante.

-  Olá, bom dia! Tenho 38 anos, 1,74 de altura e peso 140 Quilos! Nunca tive problemas por ser gorda, nunca tive depressão, é que hoje me sinto um pouco cansada devido ao peso! Trabalho 12 horas por dia, tenho dois filhos e estou com o meu marido a 23 anos! Trabalhamos juntos, ou seja passamos 24 hs juntos! Eles são contra eu fazer qualquer tipo de cirurgia bariátrica, mesmo porque tenho duas irmãs que fizeram e nenhuma ficou 10, trocaram a gordura por uma doença! Então pensei no balão! Quero saber o custo e por quanto tempo ficarei com ele?
Resposta: Você ficará com o balão por 6 meses. O balão tem melhores resultados em pacientes que associam uma reeducação alimentar e pratica de exercício físico. Você contará com o apoio da sua família o que interfere a favor da perda de peso e bom resultado.      


Nenhum comentário:

Postar um comentário